Igreja do Rosário – A lenda


Para quem gosta de Lendas, esse post de hoje é prato cheio! Falemos um pouco primeiro da cidade onde a lenda ganhou vida. Estamos em Diamantina/MG, uma linda e charmosa cidade história, desenvolvida a partir do ciclo do Diamante na região. Cidade da famosa Chica da Silva e também, mais tarde, do tão aclamado Juscelino Kubitschek. Ao falar de Diamantina, estamos falando de escravidão, sofrimento, exploração, pobreza e muito sacrifício. E é a partir daí que surge a lenda, a lenda que irei contar agora e que me fez arrepiar na época em que a ouvi.
São várias as Igrejas construídas em Diamantina, o que é normal em cidades históricas. Em todos os cantos da cidade há uma, sendo que, em uma das ruas, há duas, uma de frente para a outra. Mas a Igreja mais antiga da cidade é a Igreja do Rosário, construída em 1731 pelos negros escravos. Além de ser a mais antiga, ela é considerada pelos turistas como a mais charmosa! Através da fotografia acima não vai dar pra ver, mas há em sua frente uma árvore, e no meio dela, há um cruzeiro. É daí que vem a lenda, que é a seguinte: Na época da exploração de diamantes na cidade, um escravo foi condenado à morte por ter roubado um diamante. Porém ele jurou que não o havia roubado. Todos sabem muito bem que escravos não eram ouvidos, então a sentença de morte foi mantida. Já em seu leito de morte, ele disse que, para provar que era inocente e que não havia roubado os diamantes, ele mandaria um sinal, e então, foi morto.
Anos se passaram e tudo continuou no seu ritmo normal, quando uma árvore começou a nascer onde estava o cruzeiro, em frente à Igreja. A árvore nasceu e foi crescendo, até suspender a cruz, que ficou erguida. E se repararmos bem, a árvore cresceu através do cimento. Desde então, moradores e turistas de várias gerações, consideram o nascimento da árvore como um sinal do escravo, que foi morto injustamente, ao ser confundido com um ladrão de Diamantes.
Quando eu fiquei sabendo dessa lenda, estava exatamente em frente à Igreja, e à arvore com a cruz suspensa. Fiquei toda arrepiada com a lenda, e fiquei olhando e imaginando o sofrimento daquele escravo, e a árvore que pode ser fruto e prova da sua inocência. Vale à pena conhecer a Igreja, a cidade, que é linda, e a árvore famosa!

robertavonzastrow@gmail.com >> Mande para mim suas histórias e curiosidades! Aqui, elas ganham vida!

Até mais!

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Igreja do Rosário – A lenda

  1. Fernanda disse:

    Eu moro nesta linda cidade.E posso dizer q é verdade,e até hj a cruz onde o escravo foi morto esta la . Bem em cima , entre os galhos da arvore.

  2. Roberta disse:

    Pois é, Fernanda! Achei interessantíssima essa história, e sempre que vou a Diamantina, vou lá rever essa cruz! eheheh! Obrigada pela visita e volte sempre!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s